Notícias  
Escritor português vence Prêmio Camões 2017
 

O resultado desta 29ª edição foi publicado pelo Ministério da Cultura no último dia 13 de junho e a cerimônia de entrega será em Lisboa, em data a ser marcada entre os governos brasileiro e português. Vale ressaltar que Manuel Alegre nasceu na cidade portuguesa de Águeda, em 1936. No campo da poesia, começou a ganhar destaque com as coletâneas Poemas Livres, datadas entre 1963 e 1965.

eu reconhecimento foi ampliado com a publicação de dois volumes de poemas: Praça da Canção (1965) e O Canto e as Armas (1967). Em 1989 Alegre estreou na ficção com o livro Jornada de África. O escritor assina diversas outras obras, porém foram estas as consideradas pelo júri de 2017 para condecorá-lo com o principal prêmio da língua portuguesa.

O Prêmio Camões de Literatura foi instituído em 1988 com o objetivo de consagrar um autor de língua portuguesa que, pelo conjunto de sua obra, tenha contribuído para o enriquecimento do patrimônio literário e cultural da língua. A Menção Internacional foi criada pelo Protocolo Adicional ao Acordo Cultural entre os governos brasileiro e português, representados, respectivamente, pela Fundação Biblioteca Nacional e pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, ligada à Secretaria de Estado da Cultura de Portugal.

O último português a vencer o Camões havia sido a escritora Helia Correa, em 2015. Vários escritores brasileiros já ganharam esse prêmio. O primeiro brasileiro a recebê-lo foi João Cabral de Melo Neto (1990). Também foram premiados a escritora Rachel de Queiroz (1993), Jorge Amado (1994), Antonio Cândido (1998), Autran Dourado (2000), Rubem Fonseca (2003), Lygia Fagundes Telles (2005), João Ubaldo Ribeiro (2008), Ferreira Gullar (2010), Dalton Trevisan (2012) e Alberto da Costa e Silva (2014). Em 2016, o prêmio foi concedido ao escritor brasileiro Raduan Nassar.

 
« Voltar