Opinião  
 

Unidos pela história e por laços familiares, Portugal e Brasil parecem ter cada vez mais uma relação de amor.

São fortes os laços de amizade e sangue que nos unem. Raros são os portugueses que não possuem familiares no Brasil e muitos são os brasileiros descendentes de imigrantes portugueses. Portugal e o Brasil são dois países belíssimos e que partilham uma história em comum. Partilham também a mais bela língua do mundo, o português, “que se torna ainda mais doce quando falada com sotaque brasileiro”, conforme eles mesmos colocam.
Pode existir muito desconhecimento de ambos, mas é urgente redescobrir os dois países e ver tudo aquilo que temos em comum. Afinal de contas, somos dois países irmãos, unidos pela história, pelo sangue e pelo destino.
Assim como tantos brasileiros com origem portuguesa, sou bisneta legítima de Portugueses – meu bisavô Manuel de Castro de Magalhães e minha bisavó Luiza Medeiros Magalhães, nascida na Ilha da Madeira.

Estive recentemente em Lisboa, no Fórum Woca e na oportunidade recebi uma homenagem em nome da entidade da qual sou diretora – a UVESP.

Tive o prazer e honra de receber das mãos do Ministro da Internacionalização de Portugal, Jorge Costa Oliveira.

A relação econômica que une os países é antiga e histórica. Os dois países enfrentaram uma crise muito forte. Portugal já apresenta forte recuperação, com um turismo muito rico. Hoje existe um intercâmbio comercial bilateral consolidado. Os investimentos também são grandes entre os Países.

O turismo hoje com certeza é o maior alavancador da economia portuguesa. Em 2013, 310 mil brasileiros visitaram Portugal. Já em 2016 foi exatamente o dobro – 620 mil turistas.
Estive também com o Embaixador Brasileiro em Portugal, Luiz Alberto Figueiredo Machado, que nos apresentou dados expressivos da economia portuguesa. No primeiro trimestre deste ano, cresceu 2,8%, o que não acontecia desde 2007. Para alegria dos brasileiros presentes, o embaixador destacou a retomada dos investimentos portugueses no exterior, e que o Brasil é um dos principais países para receber estes investimentos.

A TAP é uma empresa que tem contribuído muito para este crescimento. A empresa aérea está com 62 vôos diários entre Brasil e Portugal, partindo de onze capitais brasileiras.

Depois de participar do Fórum, fiquei mais alguns dias para apreciar as belezas e riquezas deste País encantador chamado Portugal. Ouvi de todos os taxistas, garçons e recepcionistas dos hotéis, que nós brasileiros somos muito queridos por eles e reconhecidamente irmãos. Não pude deixar de comer os famosos e legítimos pastéis de Belém, de bacalhau, tomar um verdadeiro vinho da madeira, e ainda saborear o espetacular travesseiro feito em Sintra, na casa Piriquita fundada em 1862.

Estive em Fátima, Évora, Cascais, Sintra, Estoril, Coimbra, Batalha, Nazaré e Óbidos. Cada cidade com seu encanto, algumas medievais outras mais históricas, mas todas recheadas de muita cultura, riqueza e com um povo extremamente acolhedor.

Esse povo acolhedor tem duas expressões de diferentes culturas, mas que são orgulho de sua gente. Cristiano Ronaldo e Fernando Pessoa. Esse último nos legou o amor e o carinho dos povos que nasceram unidos e, mais fortemente, assim permanecerão para todo o sempre.

E graças ao Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de são Paulo, a identidade cultural com as cores das duas bandeiras, continua viva. Sem ela, unida e reunida no Brasil, não haveria difusão dos valores históricos e culturais, que começou em 1532 com a instalação da primeira colônia portuguesa em chão brasileiro. Portanto por um dever de consciência devo ressaltar as qualidades desse Conselho, cujo objetivo é fortalecer cada vez mais as relações Brasil/Portugal, o que nos leva a manter sempre presente o nosso passado e a nossa história.

 
Silvia Melo,
jornalista, diretora de comunicação da União dos Vereadores do Estado de São Paulo e editora do Jornal do Interior
 
PERFIL
 

Silvia Melo, 44 anos, é jornalista, diretora de comunicação da União dos Vereadores do Estado de São Paulo, Editora do Jornal do Interior e Blogueira da página Andando por aí.

 
« Voltar