Opinião  
 

"TUDO NOS UNE: BREVES REFLEXÕES SOBRE AS RELAÇÕES BRASIL-PORTUGAL

O maior poeta da nossa língua portuguesa, Fernando Pessoa, nos legou essa pérola:
(...) Pelo Tejo vai-se para o Mundo / Para além do Tejo, há a América / E a fortuna daqueles que a encontram.

Foi a bravura e audácia do povo português que atravessou o oceano e ligou umbilicalmente Brasil e Portugal. Esses laços tornaram-se tão estreitos que ainda hoje nos ligam e mantêm.

Parafraseando Caetano Veloso, posso dizer que “a língua é a nossa pátria”.
Há pouco tempo, dois ilustres ex-governantes de nossos países, Mário Soares e Fernando Henrique Cardoso, conceberam um célebre escrito denominado “O mundo em português”. A última flor do Lácio é de fato o nosso passaporte para o mundo.

Desde 1996, atuamos conjuntamente na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e ajudamos nossos irmãos africanos e asiáticos que têm em comum conosco a língua.

Quando avançamos assim, irmanados, nada pode nos deter. O mesmo se dá nas nossas relações com o globo. O comércio entre Brasil e Portugal só faz crescer, no período recente, assim como os investimentos mútuos entre os países. Caminhamos céleres e juntos, no mundo globalizado.

Foi pelas mãos da Presidência de Portugal na União Europeia, no segundo semestre de 2007, que o Brasil tornou-se parceiro estratégico do bloco, honraria concedida a poucos outros países do globo.

Em 2012 será o ano de Portugal no Brasil e o ano do Brasil em Portugal. Não vamos perder essa oportunidade de estreitar ainda mais os laços que nos unem.

Fique atento a tudo que acontece entre os dois países, acompanhando periodicamente as atividades das comunidades e do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo.
No mundo globalizado e fragmentado, a união e a atuação concertada são vantagens competitivas que só poucos podem obter. Caminhemos pois, com nossa língua e nosso abraço transoceânico."

 
Prof. Dr. Custódio Pereira,
diretor geral da Associação Santa Marcelina, mantenedora dos Colégios e Faculdades Santa Marcelina.
 
PERFIL
 

CUSTÓDIO PEREIRA é formado em Economia, pós-graduado em Finanças pela Fundação Armando Álvares Penteado, especialista em Ensino Superior e mestre em Administração pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2000), especialista em Gestão Universitária pela Universidade São Marcos, Doutor pela USP com distinção e louvor (2005). A referida tese de Doutorado foi premiada pela FUNADESP pela importante contribuição ao Ensino Superior no Brasil. Possui cursos de Extensão nas Universidades de Salamanca, Espanha, Berkeley, Dominican University of Califórnia, Robins School of Business e University of Richmond, estas quatro últimas nos Estados Unidos.
Ocupou vários cargos na gerência geral em bancos e instituições financeiras, bem como de Diretor Administrativo e Financeiro na multinacional Gotaverken, além de Procurador da Gotaverken Angteknik AB, Suécia, Controller do Grupo A. Araújo S/A Engenharia e Montagens, Sócio e Diretor Administrativo Financeiro da Gasa Gurgel Araújo S/A. Exerceu a função de Diretor Financeiro, período em que acumulou vários cargos e funções de outras Diretorias e o cargo de Diretor-Presidente do Instituto Mackenzie, mantenedor dos Colégios Mackenzie e da Universidade Mackenzie. Desde 2005, é Diretor-Geral das Faculdades Integradas Rio Branco, da Fundação de Rotarianos de São Paulo.
É Conselheiro Titular do Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo (CEE), da Câmara de Educação Superior e Presidente da Comissão de Planejamento do CEE.
Integrante do Conselho Superior de Responsabilidade Social – CONSOCIAL, da FIESP.
Diretor Convidado do SEMESP – Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos do Ensino Superior do Estado de São Paulo.
Presidente-fundador da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), e atualmente é membro do seu Conselho Consultivo.
Membro do Conselho Fiscal da Fundação do Desenvolvimento Administrativo – FUNDAP.
Presidiu o “Comitê de Estudo da Redação de um Projeto de Lei sobre Aspectos Jurídicos da Captação de Recursos para a Educação”, da OAB-SP. Projeto entregue ao Ministro da Educação, Dr. Fernando Haddad. Idealizador e Secretario Executivo do Comite da OAB-SP em Defesa das Entidades Beneficentes.
Membro do “International Development Committee” da AFP – Association of Fundraising Professionals.
Primeiro professor em fundraising no Brasil, com credenciamento internacional pela AFP – Association of Fundraising Professionals – AFP Master Teacher.
Chairman do “Congresso Hemisférico de Fundraising” e do “Fundraising: Captação de Recursos – I Congresso Internacional para Escolas e Instituições de Ensino Superior”.
É também autor do livro “Captação de Recursos (Fund Raising): Conhecendo melhor porque as pessoas contribuem”, Editora Mackenzie e “Sustentabilidade e Captação de Recursos na Educação Superior no Brasil “, Editora Saraiva em co-edição com a Editora Mackenzie, primeiros livros sobre o assunto publicados no Brasil. Co-autor do livro “Nos Bastidores da Educação Brasileira”, Editora Humus.

 
« Voltar