“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
Livro da Turma da Mônica “Uma viagem a Portugal” ganha versão gratuita

Em formato flipbook promocional, com 20 ilustrações e 34 verbetes, o livro faz uma viagem às terras portuguesas, onde a criança aprende um pouco mais da cultura e língua do país. Alfacinha, descolagem, malta, sumo e tripeiro são apenas algumas das palavras do português europeu, inseridas no livro com seus respectivos significados.

A data foi recriada pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) em novembro de 2019. Anteriormente referida como Dia Internacional da Língua Portuguesa, que passa a ser mundial, era celebrada entre os países integrantes da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), entretanto, de forma bastante protocolar.

Com a finalidade de celebrar a data e incentivar a leitura e conhecimento das crianças sobre a cultura por trás do idioma, o livro faz com que a criançada viaje na imaginação e conheça a cultura do país, por meio de António Alfacinha, personagem português criado por Mauricio em 2007. O exemplar já está disponível para leitura por meio do link: https://www.flipsnack.com/laEca/turma-da-monica-portugal.html

O livro, idealizado em conjunto com o autor brasileiro José Santos, possui uma versão física e mais completa, disponível na editora IMEPH, pelo e-mail imeph@imeph.com.br ou na livraria Book2, que faz impressões sob demanda e envia pelo correio. Na íntegra, possui 13 capítulos e conta com mais de 250 verbetes da língua portuguesa.

O exemplar faz parte de uma coleção de três livros da turminha, sobre a América Latina e Portugal. O terceiro livro, Uma viagem pelos países de língua portuguesa, tem previsão para lançamento no mês de junho.

Fonte: Jornal Mundo Lusíada

Nosso Conselho informa que na sequência da alteração legislativa introduzida pela Portaria n.º 23/2021, de 28 de janeiro, que define a Medida de Apoio ao Regresso de Emigrantes a Portugal, no âmbito do Programa Regressar, destacam-se as seguintes alterações:
Foi o primeiro escritor de língua portuguesa a viver exclusivamente dos seus escritos literários. Romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor, Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco nasceu em 16 de março de 1825 em Lisboa e morreu em junho de 1890 em São Miguel de Seide. Esta é uma homenagem do nosso Conselho que sempre enaltece as grandes figuras do cenário português.
Boas notícias para o mercado português: as exportações de vinhos sobem 3,2% para 846 milhões de euros em 2020 impulsionadas pelo Brasil. Este bom cenário parece não ter sido afetado pela pandemia e inclusive registrou subidas na ordem dos 26,9% no Reino Unido, 26,5% no Brasil e 13,5% nos EUA em termos de volume.
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo