“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
Prêmio Oceanos de Literatura em Língua Portuguesa

Para a edição de 2021, poderão ser inscritos romances livros de poesia, contos, crônicas e dramaturgia publicados entre 1º de janeiro e 31 de dezembro do ano passado. Podem concorrem obras editadas em qualquer lugar do mundo, desde que escritas originalmente em língua portuguesa, As inscrições podem ser feitas pela editora e/ou pelo autor dos livros, através do preenchimento da ficha de inscrição e a inclusão da obra no ‘site’ do Itaú Cultural.

Vale ressaltar que a tecnologia desenvolvida pelo Itaú Cultural permite que todos os livros inscritos e validados pela curadoria do prêmio sejam avaliados numa plataforma digital por júris internacionais, compostos por escritores, poetas, professores e críticos literários dos países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). As obras passarão por um processo de avaliação realizado em três etapas até chegar a três vencedores.

A partir deste ano, além do patrocínio do Banco Itaú e da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), de Portugal, e do apoio institucional da CPLP, o Oceanos passa a contar também com a parceria do Instituto Cultural Vale. Essas instituições estarão, a partir deste ano, trabalhando em benefício do principal objetivo do Oceanos, que é ampliar o
conhecimento sobre as literaturas dos países membros da CPLP através do mapeamento da produção literária em língua portuguesa.

Em relação ao prêmio, o processo de avaliação será realizado em três etapas, sendo que na primeira o júri de avaliação elege as 50 obras semifinalistas entre os concorrentes e escolhe, por votação, os membros dos júris subsequentes (etapas intermediária e final). Na segunda etapa, o júri intermediário selecionará 10 finalistas entre os 50 semifinalistas eleitos pelo júri anterior. Por fim, na terceira etapa, o júri final definirá os três vencedores entre os 10 finalistas.

Todos os livros inscritos concorrem entre si, independentemente do gênero literário, pelas três premiações, com valor total de 250 mil reais (37.300 euros, no câmbio atual), sendo que 120 mil reais (17.900 euros) serão destinados ao primeiro colocado, 80 mil reais (11.900 euros) para o segundo e 50 mil reais (7.470 euros) para o terceiro. Em tempo: a curadoria desta edição é formada pela linguista Adelaide Monteiro, de Cabo Verde, a escritora e jornalista Isabel Lucas, de Portugal, e o jornalista Manuel da Costa Pinto, do Brasil, com coordenação da gestora cultural Selma Caetano.

Fonte: Notícias ao Minuto

Nosso Conselho informa que na sequência da alteração legislativa introduzida pela Portaria n.º 23/2021, de 28 de janeiro, que define a Medida de Apoio ao Regresso de Emigrantes a Portugal, no âmbito do Programa Regressar, destacam-se as seguintes alterações:
Foi o primeiro escritor de língua portuguesa a viver exclusivamente dos seus escritos literários. Romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor, Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco nasceu em 16 de março de 1825 em Lisboa e morreu em junho de 1890 em São Miguel de Seide. Esta é uma homenagem do nosso Conselho que sempre enaltece as grandes figuras do cenário português.
Boas notícias para o mercado português: as exportações de vinhos sobem 3,2% para 846 milhões de euros em 2020 impulsionadas pelo Brasil. Este bom cenário parece não ter sido afetado pela pandemia e inclusive registrou subidas na ordem dos 26,9% no Reino Unido, 26,5% no Brasil e 13,5% nos EUA em termos de volume.
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo