“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
São Paulo e Lisboa estão entre os 21 lugares do futuro

Para a empresa que encomendou este estudo, os “21 lugares do futuro” é uma espécie de guia que permite aos governos e empresas retirarem conclusões sobre o sucesso destes lugares, que estão em constante expansão. Segundo a Cognizant, o estudo foi definido ao analisar três elementos fundamentais: um governo estável, a qualidade dos estabelecimentos de ensino e o acesso ao capital para investimento. E para que estes três pontos tenham sucesso, foram ainda analisados oito componentes que dão força a estes critérios: infraestrutura física, ambiente (sustentabilidade), estilo de vida (diversidade e inclusão), cultura e entretenimento, “tijolos” (arquitetura), “clicks” (infraestrutura digital), grupos de talento e acessibilidade.

Única eleita na América Latina, a escolha da Capital Paulista passou pela segurança, sofisticação, modernidade, qualidade das universidades e as infraestruturas. O estudo confirma que os paulistanos trabalham tão arduamente quanto brincam. São Paulo lidera todo o Brasil em PIB, produção científica, número de expatriados e produção artística. Esses fatores contribuíram para seu status como o principal polo de negócios na América Latina.

Já Lisboa, também eleita como um dos “21 lugares do futuro” foi avaliada como uma cidade sofisticada, que se destaca pela qualidade das universidades, infraestruturas e segurança, pelo acesso ao capital privado, por possuir um Governo/administração local estável e por ser uma cidade sustentável. Por outro lado, a capital portuguesa foi considerada por “ser um lugar onde é fácil trabalhar”, pela oferta cultural e de entretenimento e um por ser um ‘pool’ de talentos, bem como por apresentar um bom nível/custo de vida.

Além de São Paulo ((Brasil) e Lisboa (Portugal), o estudo distinguiu cidades como Telavive (Israel), Wellington (Nova Zelândia), Dundee (Escócia), Toronto (Canadá), Atlanda, Sacramento e Portland (EUA), Kochi (Índia), Songdo (Coreia do Sul), Tallinn (Estónia), Shenzhen e Haidian, Pequim (China), Nairobi (Quênia), Lagos (Nigéria) e Da Nang (Vietname). Além destas 17 cidades, a lista integra quatro lugares sem “nenhuma localização física específica”, nomeadamente, Remotopia, Virtual Space, Outer Space e Nova Hanseatica.

A avaliação contou também com dados do World Economic Forum, ESI ThoughtLav e do Projeto de Justiça Global.

Fontes: Mundo Lusíada e São Paulo Secreto.

Nosso Conselho informa que na sequência da alteração legislativa introduzida pela Portaria n.º 23/2021, de 28 de janeiro, que define a Medida de Apoio ao Regresso de Emigrantes a Portugal, no âmbito do Programa Regressar, destacam-se as seguintes alterações:
Foi o primeiro escritor de língua portuguesa a viver exclusivamente dos seus escritos literários. Romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor, Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco nasceu em 16 de março de 1825 em Lisboa e morreu em junho de 1890 em São Miguel de Seide. Esta é uma homenagem do nosso Conselho que sempre enaltece as grandes figuras do cenário português.
Boas notícias para o mercado português: as exportações de vinhos sobem 3,2% para 846 milhões de euros em 2020 impulsionadas pelo Brasil. Este bom cenário parece não ter sido afetado pela pandemia e inclusive registrou subidas na ordem dos 26,9% no Reino Unido, 26,5% no Brasil e 13,5% nos EUA em termos de volume.
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo