“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
CCLB promove reunião presencial de diretoria

“É com alegria que nos encontramos presencialmente para levar adiante nossos propósitos de concretizar os projetos que destacam nossa comunidade”, ressaltou o presidente do CCLB, doutor Manuel Magno Alves. Já com os eventos em andamento, foi lembrado o “Fado no Cais”, um encontro musical dos fadistas da nova e velha guarda, cuja entrada é um kg de alimento não perecível, produto destinado ao Lar da Provedoria.

Realizado Pelo Conselho, com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros, tudo acontece a partir das 19 horas, no dia 29 de outubro, na Taberna Cais do Porto, na Capital.

Foram retomadas as ações para as comemorações do próximo ano, por conta de 22 de abril, dia do Descobrimento do Brasil, e de 10 de Junho, Dia Nacional de Portugal, de Luís Vaz de Camões e das Comunidades Portuguesas. O presidente Magno e seus diretores analisaram e discutiram uma maneira de dar um encaminhamento à exposição “Os Construtores do Brasil”, composta por 30 painéis e distribuídos em cinco módulos. Trata-se da verdadeira história do Brasil. Na verdade uma exposição temática que demonstra, passo a passo, como foi construído este País de dimensões continentais. Vale ressaltar que esta ação foi idealizada pelo então diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Conselho, Vital Vieira Curto, há mais de cinco anos.

Também foram focadas iniciativas para atrair novos associados seja por palestras, reuniões, tantas outras ações culturais, tudo para retomar com mais força o trabalho do Conselho que, como toda sociedade brasileira, ficou limitado em decorrência da pandemia. Por sua vez, o diretor André Pinto de Sousa, sempre atento à melhoria da entidade, expôs sua estratégia denominada Clube de Serviços que é uma extensão do seu programa anterior denominado Encontros CCLB, para integração e aproximação dos lusodescendentes e também das Associações luso-brasileiras inscritas no Conselho.

'São Pedro, o guarda do céu / Ao ver Sacadura e o Gago / Gritou-lhes, correndo o véu / - Aqui não há lugar vago // Os heróis agradeceram / Num gesto meigo e gentil / E satisfeitos tocaram / O avião rumo ao Brasil!' - *Tópico final do poema em homenagem aos lusitanos Gago Coutinho e Sacadura Cabral recitado em uma reunião cultural promovida em Porto Seguro, Bahia.
O Projeto Reviver é uma importante iniciativa do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo – CCLB, que envolve uma exposição fotográfica dos idosos do Lar da Provedoria, com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A inauguração, na Casa de Portugal SP, está marcada para o dia 13 de maio, sexta-feira, às 18 horas até às 22 horas. Permanecerá aberta também no sábado, 14 de maio, das 10 às 17 horas.
De acordo com a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), a participação portuguesa nesta bienal contará com uma comitiva de cerca de duas dezenas de autores portugueses e do universo da lusofonia, e ainda dos ‘chefs’ Vítor Sobral e André Magalhães. Na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que decorrerá de dois a 10 de julho, a presença de Portugal vai acontecer sob o mote “É urgente viver encantado”, uma frase do escritor Valter Hugo Mãe.
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo