“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
FUNAG publica livro “Brasileiros em Portugal”

Os antecedentes da emigração brasileira para Portugal remontam ao Brasil Colônia. A chegada da Coroa Portuguesa ao Brasil impulsionou essa importante conexão que, ao longo das décadas, se estruturou, chegando ao que os autores denominam “brasileiros do novo fluxo”.

A obra analisa a relação interdependente entre Brasil e Portugal, permeada pela migração de seus povos, e discorre sobre os diferentes aspectos desses fluxos migratórios. De forma detalhada, mediante cifras, estatísticas e gráficos, os autores mostram a evolução numérica dessas comunidades, a localização territorial, a descrição profissional e acadêmica e os nichos econômicos gradualmente ocupados ao longo do tempo.

Passando pela migração bilateral durante o Brasil Colônia, Império e no período pós-independência, o livro discorre sobre os diferentes aspectos desses fluxos, que é um dos mais relevantes da emigração brasileira. O livro está disponível para download gratuito na biblioteca digital da FUNAG (arquivo PDF). Também disponibiliza entrevistas sobre o livro, realizadas com os autores Alanni Barbosa e Álvaro Lima, bem como com a embaixadora Maria Luiza Ribeiro Lopes da Silva, diretora do Departamento Consular do Itamaraty, em podcast.

“Alanni Barbosa e Álvaro Lima, em cuidadosa pesquisa que reflete a densa bagagem acadêmica e profissional de ambos, ajudam‑nos aqui a redescobrir aspectos pouco conhecidos de nossa migração cruzada entre Brasil e Portugal. Aportam conhecimentos inéditos sobre o perfil, ocupações e planos de vida da nossa numerosa comunidade luso-brasileira
radicada do outro lado do Mar Oceano. Mostram de forma meticulosa e detalhada, em cifras, estatísticas e gráficos, a evolução numérica dessas comunidades, do espraiamento territorial, do seu perfil profissional e acadêmico e dos nichos econômicos gradualmente ocupados ao longo do tempo” comenta a embaixadora Maria Luiza.

“Apresentando dados, até então não publicados, o livro Brasileiros em Portugal: de volta às origens lusitanas busca contribuir para melhor compreensão desse importante fluxo migratório, sobretudo na direção de políticas e ações em prol dos emigrantes brasileiros” traz a obra em sua introdução.

Fonte: Mundo Lusíada

'São Pedro, o guarda do céu / Ao ver Sacadura e o Gago / Gritou-lhes, correndo o véu / - Aqui não há lugar vago // Os heróis agradeceram / Num gesto meigo e gentil / E satisfeitos tocaram / O avião rumo ao Brasil!' - *Tópico final do poema em homenagem aos lusitanos Gago Coutinho e Sacadura Cabral recitado em uma reunião cultural promovida em Porto Seguro, Bahia.
O Projeto Reviver é uma importante iniciativa do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo – CCLB, que envolve uma exposição fotográfica dos idosos do Lar da Provedoria, com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A inauguração, na Casa de Portugal SP, está marcada para o dia 13 de maio, sexta-feira, às 18 horas até às 22 horas. Permanecerá aberta também no sábado, 14 de maio, das 10 às 17 horas.
De acordo com a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB), a participação portuguesa nesta bienal contará com uma comitiva de cerca de duas dezenas de autores portugueses e do universo da lusofonia, e ainda dos ‘chefs’ Vítor Sobral e André Magalhães. Na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que decorrerá de dois a 10 de julho, a presença de Portugal vai acontecer sob o mote “É urgente viver encantado”, uma frase do escritor Valter Hugo Mãe.
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo