“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
Prêmio Oceanos anuncia finalistas de 2021

Integram a lista oito romances, um livro de contos e um livro de poemas, escritos por autores do Brasil, Moçambique, Portugal e Timor-Leste. Entre os finalistas estão Maria Altamira (Instante), oitavo romance de Maria José Silveira e que trata da luta dos povos indígenas pela sobrevivência; O Avesso da Pele (Companhia das Letras), de Jeferson Tenório, que aborda as violências sofridas por homens negros no país; e Fé no Inferno (Companhia das Letras), 12º romance de Santiago Nazarian, sobre o genocídio armênio. Os três romances também são finalistas de outros prêmios literários como o Jabuti e o São Paulo de Literatura.

Há O Mapeador de Ausências (Companhia das Letras), de Mia Couto, obra que conta em dois tempos a história do poeta Diogo Santiago e do seu pai Adriano numa Moçambique pré e pós independência; e O Osso do Meio (Relógio D’Água), de Gonçalo M. Tavares, que se passa num pós guerra e fala sobre medo e violência também estão na lista.

Os outros romances brasileiros selecionados foram A Tensão Superficial do tempo (Todavia), de Cristovão Tezza, que já venceu o Oceanos em 2008 com O Filho Eterno; e O Ausente (Relicário), romance de estreia de Edmilson de Almeida Pereira. Ele foi semifinalista do Oceanos 2021 com dois livros – o outro foi O Corpo à Deriva, segundo livro da trilogia Náusea, cujo primeiro é justamente O Ausente.

Ainda entre os romances, O Plantador de Abóboras (Abysmo), de Luís Cardoso também foi selecionado. Luís é o primeiro autor do Timor-Leste a figurar entre os finalistas na história do prêmio.

A única obra de poesia que continua na disputa é Inferno (Assírio & Alvim), do português Pedro Eiras; e terminando a lista está o conto Pessoas Promíscuas de Águas e Pedras (Patuá), da brasileira Thais Lancman.

Os vencedores serão conhecidos em dezembro. O valor total da premiação é de 250 mil reais, sendo R$ 120 mil para o primeiro colocado, R$ 80 mil para o segundo e R$ 50 mil para o terceiro.

Confira a lista completa:

A Tensão Superficial do Tempo (Todavia), de Cristovão Tezza – romance brasileiro

Fé no Inferno (Companhia das Letras), de Santiago Nazarian – romance brasileiro

Inferno (Assírio & Alvim), de Pedro Eiras – poesia portuguesa

Maria Altamira (Instante), de Maria José Silveira – romance brasileiro

O Ausente (Relicário), de Edimilson de Almeida Pereira – romance brasileiro

O Avesso da Pele (Companhia das Letras / Portugal), de Jeferson Tenório – romance brasileiro

O Mapeador de Ausências (Caminho, Companhia das Letras e Fundação Fernando Leite Couto), de Mia Couto – romance moçambicano

O Osso do Meio (Relógio D’Água), de Gonçalo M. Tavares – romance português

O Plantador de Abóboras (abysmo), de Luís Cardoso – romance timorense

Pessoas Promíscuas de Águas e Pedras (Patuá), de Thais Lancman – contos brasileiros

Fonte: Publishnews

O Presidente do nosso Conselho, Manuel Magno Alves, encaminha informações sobre a eleição dos Deputados à Assembleia da República de Portugal para toda comunidade interessada no processo democrático em terras lusas. Vale dizer que as eleições acontecem no próximo dia 30 de janeiro de 2022.
Com orgulho, nosso Conselho tem a satisfação de informar que o consagrado Museu da Língua Portuguesa, localizado em São Paulo, e com portas reabertas desde julho de 2021, em conseqüência de um incêndio, assinou recentemente um memorando de entendimento com a Fundação José Saramago para que sejam desenvolvidas atividades culturais, que celebrem o centenário do nascimento do Nobel da Literatura.
Portugal aprovou, nos últimos três anos, 42,2% dos pedidos de candidatos a médicos oriundos de países estrangeiros, três quartos dos quais brasileiros, segundo dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES).
Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo