“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

NOTÍCIAS
Melhores práticas ambientais entre Brasil e Portugal

Foram apresentados, no último sete de dezembro, os planos de promoção conjunta para a adoção de melhores práticas ambientais, sociais e de governança, em especial dentro do contexto de recuperação e preservação do Planeta Água e desenvolvimento dos temas de Economia Azul.

O propósito da parceria é impulsionar a transição para uma nova economia, alinhada às políticas que vêm sendo traçadas mundialmente para minimizar os resíduos e impactos do plástico de uso único no meio ambiente, com especial atenção ao Oceano.

A partir da colaboração entre entidades representativas, poder público e de lideranças dentro das corporações, Voz dos Oceanos e Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil “esperam contribuir ativamente para o uso e preservação de recursos naturais, para o crescimento econômico e dos temas de Economia Azul, a partir de práticas sustentáveis e a busca para um mundo mais saudável com a melhoria da qualidade de vida da população” divulga a entidade.

“A Nova Economia Azul está cada vez mais presente e nossa Voz dos Oceanos também vem fazendo a sua parte junto aos setores público e privado. A parceria com a FCPCB impulsionará ainda mais nossa atuação junto a potenciais agentes da transformação”, conta o diretor geral da Voz dos Oceanos, João Amaral.

O executivo lembra que “a Voz dos Oceanos deu início à sua jornada de internacionalização de atividades justamente por Portugal, a partir da compreensão do firme posicionamento do país nos temas de economia e literacia azul, além do firme crescimento nas verticais de inovação e tecnologia com a união de forças com as bluetechs, environmental techs e climate techs”.

Armando Abreu, presidente da Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil ressalta: “estamos extremamente honrados em firmar essa parceria com a Voz dos Oceanos, que no fundo é um trabalho de várias décadas liderada pela família Schurmann e que hoje, se dedica essencialmente a divulgação de todos os problemas que nós temos com as mudanças climáticas. Achamos que essa parceria é profundamente útil, até porque consideramos que devemos fazer uma máxima divulgação de toda esta experiência e iniciativa. O trabalho iniciará com as Câmaras de Comércio aqui no Brasil e depois em nível mundial, em todas as Câmaras de Comércio e porque não criar sinergias entre empresas portuguesas e empresas brasileiras num tema que é tão atual. Iremos participar e criar o máximo de sinergia entre as instituições”, finalizou.

Fontes: Câmara Portuguesa e Mundo Lusíada

Boas informações históricas: o Museu Paulista, mais conhecido como Museu do Ipiranga, inaugurou no aniversário da cidade de São Paulo, 25 de janeiro, um novo espaço com uma exposição dedicada às Memórias da Independência.
A Capital ganhou no dia de seu aniversário, 25 de janeiro, a exposição fotográfica “A Cara de São Paulo - 2023” dos fotógrafos Catarina Machado e José Barbosa, já em sua terceira edição e que fica à disposição do público até 15 de fevereiro no Shopping Cidade São Paulo, na Avenida Paulista.
Entre 26 de janeiro e 4 de fevereiro, estará acontecendo a primeira deslocação oficial do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas (SECP), Paulo Cafôfo, junto dos portugueses e lusodescendentes no Brasil, de acordo com o governo português.
Patrocinadores:
GOLD
São Critóvão
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo