“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Empresário com mais de 25 anos de atuação no setor hoteleiro nacional, Alexandre Sampaio é presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA). É diretor da Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), onde também coordena a Câmara Empresarial de Turismo e ocupa um assento no Conselho de Turismo.

Sampaio representa a FBHA no Conselho Nacional de Turismo do Ministério do Turismo (MTur) e na Câmara Setorial de Alimentos – Anvisa. É coordenador do Comitê Brasileiro de Normalização em Turismo da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e vice-presidente de Hotelaria do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes do Rio de Janeiro (SindRio), instituição que já presidiu. Formado em ciências contábeis, Alexandre Sampaio foi ainda vice-presidente da ABIH-RJ e da ABIH Nacional.

Alexandre Sampaio de Abreu
Presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação- FBHA

“As relações entre Brasil e Portugal são históricas e remontam à época do nosso descobrimento. Na minha família não é diferente. Meu pai nasceu na Ilha da Madeira, na Freguesia dos Canhas, e veio para o Brasil, juntamente com os milhares de emigrantes que ajudaram a escrever a história do país, na década de 50.

Primeiro, ligado a indústria de transporte, com os anos diversificou seus negócios e, a exemplo dos visionários portugueses que se arriscaram nos oceanos de águas tenebrosas, investiu na área de concessionária de automóveis, construção civil e hotelaria, tendo participado da construção do Rio Copa, Copasul, ambos em Copacabana no Rio Janeiro e, em 1986, do Hotel Lagos em Macaé, na época uma acanhada cidade do litoral fluminense e hoje um importante pólo da indústria de petróleo e gás.

Toda essa história, que é semelhante a história de muitos descendentes de portugueses que se estabeleceram no Brasil, faz com que eu tenha uma ligação importante com Portugal, seu povo e sua cultura. Daí a importância de, nos dias de hoje, termos um Conselho da Comunidade Luso-Brasileira no Estado de São Paulo.

O conselho foi criado por um grupo de portugueses idealistas e empreendedores de sucesso que emigraram para o Brasil na primeira metade do século XX, com um objetivo associativista alicerçado na história, na cultura e no convívio social dos portugueses no Brasil. A ideia é manter viva a memória dessa ligação entre os dois povos.

Hoje, em pleno século 21, o objetivo do conselho continua claro, como diz no seu estatuto: “Preservar, manter e desenvolver os valores históricos e culturais que unem Brasil e Portugal”. E por esse trabalho incansável de manter viva a memória de nossos antepassados desbravadores, parabenizo, em meu nome e em nome da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação – FBHA, os 25 anos de atuação do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira no Estado de São Paulo. Que venham mais 25 anos de muito trabalho na coordenação de atividades educacionais, sociais, culturais, assistenciais e criativas! “

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo