“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Carlos Alberto Furtado de Melo
Pesquisador e professor

O brasileiro sempre afirma que é fruto da miscigenação. Mas este cenário não é um privilégio nacional, porque a mistura de raças já vem dos portugueses, pois na nossa Península sempre houve todo tipo de povo. E esta relação que une brasileiros e portugueses não é apenas emocional, tampouco religiosa, uma vez que a criatividade destacada entre os brasileiros já estava no português.

Temos uma identidade de alma. Todos nós herdamos esse lirismo do sangue lusitano. Depois, com os índios em solo nacional e com a vinda dos negros, todos assimilaram esta alma.

Com convicção podemos afirmar que somos brasileiros, porque antes de tudo somos portugueses. E, atualmente, com a crise econômica na Europa, em especial em Portugal e Espanha, houve uma redescoberta de um novo mundo e pelo tamanho da economia brasileira, tivemos um novo ingresso de patrícios por aqui.

Por via inversa, os empresários brasileiros precisam ter consciência que Portugal é um excelente caminho para atingir toda a Europa.

Além da parceria lusitana para selar importantes negócios, o Brasil pode sediar suas empresas em terras lusas para comercializar produtos e serviços para, além da Europa, Inglaterra e norte da África. O Brasil não tem esta visão, uma vez que só olha para a América do Sul, China e Índia. A posição geográfica de Portugal é privilegiada para se deslocar e para interagir com outros países. Essa identidade luso-brasileira precisa ser mais bem aproveitada.

Por sua vez, a existência do próprio Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo é de significativa importância, porque nossa história, usos e costumes têm de ser divulgados e a entidade cumpre este papel. A colônia é muito grande em São Paulo e, na realidade, nós nos sentimos em casa, e não apenas uma comunidade. Eu sou mais luso ou brasileiro? Eu sou tão português como sou brasileiro. Talvez por isso a necessidade de se buscar uma identidade é menor.

Nossas tradições aqui permanecem e temos ainda muito a mostrar, a começar pelo cinema, literatura, passando pela música e pela excelente gastronomia lusa. Sentar-se à mesa para fazer as refeições é cultural e importante para os portugueses e os brasileiros assimilaram isto, fato que grande parte dos norte-americanos não o fazem. Temos muita identidade!

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo