“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Meu nome é Eriton Walterney Teixeira, sou formado em Administração de Empresas e Ciências Contábeis e atualmente exerço a função de Auditor

Eriton Walterney Teixeira
Auditor

Nasci na Bahia, sendo que pelo lado do meu pai, sou descendente de portugueses que vieram de Trás os Montes.
Sempre fui apaixonado por Portugal. Aliás sou até suspeito, visto que também sou cidadão português. Casei-me com a Maria Fernandes Lopes Teixeira, que por sinal é uma das melhores fadistas que conheço, é natural de Coimbra, terra que tenho verdadeira paixão. Já tive o prazer de viver por algum tempo, e sempre que posso lá retorno para passar pelo menos, um mês.

Meus dois filhos também são cidadãos portugueses, sendo que minha filha residiu por alguns anos em Coimbra, tendo feito Mestrado na Universidade local. Ela reside atualmente em Lisboa.

Quando em Portugal, sinto-me em casa, pois seu povo e hospitaleiro, gentil, tem uma culinária invejável, principalmente a nossa região, onde se pode comer um leitão, em especial da Casa Vidal e do Pedro. Temos a Chanfana que apesar de trabalhosa é uma das grandes delícias gastronômicas, e também temos o arroz doce, a cabidela e outras delícias.

Degusta-se um excelente vinho desde o nosso da Bairrada aos grandes vinhos do Douro e Alentejo, sem esquecer o Dão.
Temos o Fado, com seu lamento e sua paixão. E temos o nosso Fado de Coimbra, que lembra as grandes óperas.

Para se conhecer Portugal temos que viajar por suas aldeias, verdadeiras belezas “escondidas” e conhecer o seu povo.

Por isso é muito importante que no Brasil tenhamos entidades que façam a integração de nossos povos e principalmente que mantenham o congraçamento dos portugueses e seus descendentes aqui residentes, para mantermos as tradições, a culinária e o convívio.

Temos que manter viva a memória de Portugal no Brasil e fazer com que os brasileiros conheçam o que temos de melhor. Por isto é muito importante a existência do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo e seu trabalho de divulgação e integração.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo