“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Fernando Capez é Promotor de Justiça há quase 20 anos. Formado pela Universidade de São Paulo (USP), ingressou no Ministério Público aos 23 anos (aprovado em 1.º lugar), onde integrou o primeiro grupo de Promotores responsáveis pela defesa do patrimônio público e da cidadania. Combateu a violência das “torcidas organizadas” e a “máfia do lixo”, condenando os responsáveis a devolverem mais de R$ 3 bilhões aos cofres públicos.

Como professor, Capez leciona no Complexo Jurídico Damásio de Jesus e na Escola Superior do Ministério Público de São Paulo. É professor convidado na Academia de Polícia de São Paulo, na Escola da Magistratura do Rio de Janeiro e nas Escolas Superiores do Ministério Público do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Rondônia e Goiás. Além disso, é diretor acadêmico do Curso de Direito da Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN) e palestrante nacional e internacional. Tem mais 22 livros publicados, nos quais aborda temas como interpretação e aplicação de leis penais, crimes cometidos com veículos automotores, emprego de arma de fogo, interceptações telefônicas, crime organizado, entre outros. É também coordenador da Coleção Estudos Direcionados da Editora Saraiva, que abrange os diversos temas do Direito aliados à praticidade do sistema de perguntas e respostas e aos gráficos e esquemas. É Deputado Estadual pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) em São Paulo, e em 9 de maio deste ano foi eleito por unanimidade de votos, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa de São Paulo.

Fernando Capez
Deputado

A comunidade luso-brasileira é a que mais investe em São Paulo e com seu trabalho árduo e honesto dá emprego a milhões de paulistas e paulistanos. Cada empresário português, que se levanta às cinco da manhã e vai dormir após as 11 da noite, trabalhando com afinco, é responsável por muito do progresso de nossa Nação.

Todo povo brasileiro deve a Portugal a extensão territorial do Brasil, porque foram os portugueses que, com seu espírito pioneiro e desbravador, obtiveram o prolongamento de nosso território para muito além dos limites traçados pelo Tratado de Tordesilhas. Não fossem os portugueses, o Brasil teria, certamente, metade do seu tamanho geográfico.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo