“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Fernando Ramalho Leite da Silva é um luso-brasileiro nascido no distrito de Aveiro, Portugal, em cinco de junho de 1938.
Chegou ao Brasil em 1957. Formou-se em Tecnologia Industrial no Porto e Adminsitração de Empresas em São Paulo.
Empresário, construtor e incorporador.
Casado, dois filhos e quatro netos.

Atividades Sociais e de Benemerência
Presidente Provedor da Provedoria da Comunidade Portuguesa
Presidente do Conselho Deliberativo da Beneficência Portuguesa de São Paulo
Presidente do Conselho Deliberativo da Casa de Portugal de São Paulo
Vice-presidente do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo

Trabalho a destacar
À frente da Provedoria da Comunidade Portuguesa, ampliou e restaurou as instalações do Lar para Idosos Carentes – inaugurado em 10 de junho de 2004, pelo ministro Bagão Félix – cuja manutenção é feita com doações da comunidade luso-brasileira. A pedido do Consulado, foi implantado um Centro de Apoio para portugueses em situação de penúria, que é sustentado com subsídios do governo português, com uma média diária de 25 atendimentos.

Fernando Ramalho Leite da Silva
Empresário

As relações Brasil / Portugal transcendem os protocolos diplomáticos entre os dois países. Isto está patente no DNA da maioria do povo brasileiro, que no fundo da alma tem orgulho de ser descendente de uma pequena, mas aguerrida nação com elevados princípios humanitários.

A miscigenação entre as três raças: índio, português e negro iniciou uma nação de características únicas que, apesar de todas as dificuldades dos trópicos, construiu um grande país que se impõe pela sua personalidade, pelo seu humanismo, pela cordialidade, pela alegria e pelo seu desenvolvimento.

O Português com a sua determinação conseguiu manter unido o extenso território do Brasil com um único idioma que agora facilita o entrosamento com Angola, Moçambique, Cabo Verde e Timor, sendo um dos mais falados do planeta.

Acima dos projetos do estado, foi o povo que com a sua laborosidade, sua coragem e sua abertura de espírito conseguiu fundar uma nação que apesar de nova já faz parte da vanguarda da humanidade. O Brasil é a maior obra dos portugueses no mundo.

Quem não se orgulha da sua origem, não é nada, não é ninguém. O povo brasileiro pode se orgulhar das suas raízes.

O Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo tem sido uma sentinela alerta para que não se conspurque a história da civilização portuguesa no Brasil. Além disto congrega as muitas associações que mantêm vivas as tradições portuguesas. É um trabalho digno que honra os luso-brasileiros.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo