“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Vanessa Sena é brasileira, 37 anos, casada, mãe de uma filha.
Formada em Jornalismo em 2009, pós-graduada em Administração.
Trabalha no jornal Mundo Lusíada há 15 anos.
Participou de Encontros de Jornalistas da Diáspora em Macau (China), Porto e Açores (Portugal), em representação a mídia portuguesa no Brasil, a convite do governo português.
Editora do portal on-line mundolusiada.com.br

Vanessa Sene
Jornalista e editora do portal on-line mundolusiada.com.br

Minha relação com Brasil, Portugal e os países de nossa língua portuguesa teve início há 22 anos, acompanhando o nascimento do jornal Mundo Lusíada. Jornalista de formação, ingressei na redação do jornal há 15 anos. De lá pra cá, tive a oportunidade de conhecer colegas jornalistas da diáspora em encontros no Porto, nos Açores, em Macau e no Brasil, constatando a mesma dedicação do jornal Mundo Lusíada em enaltecer Portugal.

Impossível não destacar também a aproximação de minha família com Portugal, afinal, hoje temos até um ‘portuga’ na família, meu irmão Rodrigo, que mora há 10 anos do outro lado do Atlântico, alcançou sua estabilidade e sua nacionalidade.

Brasil é um país privilegiado no âmbito da diáspora portuguesa, seja pela história ou pela língua comum. Nestes anos de jornal, já relatamos um aumento da demanda de portugueses imigrando para o Brasil, já relatamos o contrário, o grande aumento de brasileiros escolhendo Portugal para morar, estudar e trabalhar, o momento atual é este de grande procura por nacionalidade portuguesa.

O Mundo Lusíada informa sobre todas essas atualizações de um jeito único, nosso trabalho como veículo de comunicação da diáspora é diferenciado da grande mídia. Não damos conta de divulgar tantas ações de intercâmbio, mas é gratificante poder falar da cultura, dos acontecimentos, e tudo mais sobre esse país que aprendi a amar com um brasileiro, meu pai Odair Sene.

Creio que a comunidade portuguesa tem grande papel na promoção do país entre os novos luso-brasileiros que querem fazer parte dessa comunidade. Assim como o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo, que acompanha esse movimento, orientando os que precisam, agregando a todos, e com certeza será importante também no pós-pandemia. Da nossa parte, estaremos prontos a divulgar todas as ações em prol dos luso-brasileiros.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo