“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Nascido na cidade de São Paulo/SP. em 06 de outubro de 1962, advogado formado na Universidade Mackenzie em 1984 e pós graduado em Economia pela University of Pitsburg-Pensilvânia/USA em 1988.

Principais funções exercidas:

1975 a 1978 – I.R.B. TATUZINHO 3 FAZENDAS S/A
Contabilidade / Controladoria

1978 a 1981 – MOTOCANA MAQ. IMPL. AGRICOLAS S/A
Financeira / Administrativa

1978 a 1990 – AGRO INDUSTRIAL VISTA ALEGRE LTDA.
Administração Geral

1980 a 1985 – TAVARES DE ALMEIDA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S/C
Administração Geral – Construções

1981 a 1992 – I.R.B. TATUZINHO 3 FAZENDAS LTDA.
Vice Presidência do Conselho

1985 – atual – TAVARES DE ALMEIDA PARTICIPAÇÕES S/A
Administração Geral e Financeira do Grupo

1992 a 2012 – BANCO LUSO BRASILEIRO S/A
Presidência
Atual – Conselheiro

1994 – atual – CASA GRANDE HOTEL S/A
Presidência

Cargos Sociais:

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS
Conselheiro eleito (seis cargos consecutivos) 1986 – atual

CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO NO BRASIL
Diretor Tesoureiro 06 anos
Vice Presidente 13 anos
Presidente há 04 anos

CONSELHO DA COMUNIDADE PORTUGUESA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Diretor
Vice Presidente

SINDICATO DO TURISMO DO BRASIL
Vice Presidente

CASA DE PORTUGAL
Vice Presidente

ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil
Conselheiro

CONSELHEIRO PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA PORTUGUESA
Desde 2002

LIDE – GRUPO DE LÍDERES EMPRESARIAIS
Membro Fundador

Lugar – Tenência de São Paulo – Ordem Eqüestre do Santo Sepulcro de
Jerusalém – Vaticano

Manuel Tavares de Almeida Filho
Empresário, advogado e presidente da Câmara Portuguesa

Cooperação e conhecimento, o caminho para o fortalecimento das relações comerciais Brasil-Portugal

Muito além do fado e azeite e do futebol e carnaval, a identificação quase natural entre Portugal e Brasil é algo que salta aos olhos e se estende, especialmente, às relações comerciais, sempre saudáveis e proveitosas para esses dois países irmãos.

Dessa forma, a atuação do Conselho da Comunidade, o qual a Câmara Portuguesa é associado, é fundamental para o fortalecimento das relações entre Brasil e Portugal. O Conselho da Comunidade funciona como um canal e um amálgama desse relacionamento cultural entre as duas nações.

Nos últimos anos, a Câmara se transformou em uma referência para as empresas portuguesas e brasileiras que buscam internacionalizar-se e investir tanto no Brasil quanto em Portugal. Entretanto, é para o presente e futuro que esse papel da instituição – e do próprio Conselho da Comunidade – se apresentam como ainda mais relevantes no sentido de colaborar com a manutenção e ampliação desse relacionamento entre os dois países.

As companhias portuguesas recém-chegadas ao Brasil sabem que podem contar com uma extensa rede de contatos, além de uma gama de serviços oferecidos para contribuir com sua instalação e crescimento no País. Já as para as brasileiras que têm Portugal como mercado alvo, a Câmara Portuguesa apresenta-se como uma importante ferramenta de percepção de mercado e oportunidades de negócios na Comunidade Europeia.

As relações entre portugueses e brasileiros sempre foram estruturadas pelo anseio de cooperar e crescer. Essa tendência deve manter-se para os próximos anos, afinal, os interesses de ambos são, na maioria das vezes, convergentes e frutíferos.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo