“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Rodrigo Nunes Alves é um lusodescendente, advogado, empresário e diretor do Conselho da Comunidade Luso-brasileira do Estado de São Paulo – CCLB.

Rodrigo Nunes Alves
Empresário, advogado e diretor do CCLB

Já perduram por mais de cinco séculos as relações entre Brasil e Portugal, especialmente ligados por uma língua, o português, e pela ancestralidade.

Nos dias de hoje, os dois países comungam uma privilegiada relação, com tratados de cooperação, ações econômicas, sociais, culturais, técnicas e científicas.

Derivados dessa comunhão, aos cidadãos portugueses no Brasil são concedidos alguns direitos elencados na Constituição Brasileira e que outros estrangeiros não possuem.

Estes direitos e deveres entre cidadãos portugueses no Brasil e brasileiros em Portugal foram sacramentados através do chamado “Estatuto da Igualdade”, acordo assinado entre Brasil e Portugal, em Brasília, no dia 07 de setembro de 1971, que se tornou uma grande conquista, pois garante a equivalência de direitos aos cidadãos dos dois países.

Estas relações entre os dois países tiveram um grande avanço a partir de 1990, quando os empresários portugueses começam a investir nos processos de privatização de estatais brasileiras e a fazer investimentos diretos no sistema financeiro brasileiro.

A partir daí, a gama de investimentos por portugueses no Brasil e por brasileiros em Portugal multiplicou-se várias vezes, demonstrando a relevância do intercambio matéria entre os dois países.

No passado dia 05 deste mês de outubro, quando mais de cinco milhões de portugueses espalhados pelo mundo celebram o “Dia Nacional de Portugal”, o Embaixador de Portugal no Brasil, Luís Faro Ramos assim definiu as relações entre os dois países: “trata-se de uma relação muito densa, rica e diversificada que vale, antes de tudo, pelas pessoas que, sem parar, cruzam os dois lados do oceano e, com nossa língua comum, constroem pontes que nos unem e ligam-nos, desde logo, às fortíssimas comunidades portuguesas no Brasil e brasileira em Portugal“. Nada mais verdadeiro.

No Estado de São Paulo, o Conselho da Comunidade Luso-brasileira foi criado com o objetivo de unir, proteger, difundir, valorizar e comemorar os valores e datas nacionais de Portugal, sempre atuando conjuntamente com as nossas valorosas casas regionais, preservando a cultura e os ensinamentos vindos dessa união que já perdura por mais de 500 anos.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo