“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

Teresa é portuguesa e vive no Brasil há mais de 50 anos
Gerente de Negócios, Banco Internacional do Funchal (BANIF) S.A.
Diretora Conselheira da Casa de Portugal (São Paulo)
Conselheira Centro Trasmontano de Saúde SP
Conselheira Hospital Igesp
Terceira Provedora do Lar da Provedoria Portuguesa
Professora de Pintura do Projeto Vida (Centro Trasmontano)
Conselheira do Consulado
Empresária: Sócia Restaurante Cais do Porto

Teresa de Jesus Pires Morgado
Gerente de Negócios do Banco Internacional do Funchal S.A.- Banif

A relação entre Brasil e Portugal sempre se caracterizou por ideais comuns que se facilitavam pela particularidade de termos uma língua comum. Logo após a independência houve uma pequena turbulência que logo se normalizou pelo reconhecimento da grande importância que Portugal e seu povo tiveram na formação desse enorme e tão diferente País. Desde a implantação da República cada vez mais as relações entre os dois países foram se intensificando com assinatura de acordos que cada vez mais aproximavam Brasil e Portugal.

O grande momento ocorreu quando o general Costa e Silva assinou o acordo de obrigatoriedade de comemoração do descobrimento do Brasil nos dois países. A promulgação da lei que deu direito a dupla nacionalidade aos Brasileiros e Portugueses residentes nos dois países solidificou ainda mais a eterna amizade. Com o advento do mercado comum europeu Portugal representou uma porta de entrada para os empresários brasileiros se estabelecerem com maior facilidade naquela região. Atualmente a União Europeia vive uma fase muito difícil e mais uma vez os dois países poderão se ajudar mutuamente. O Brasil com a sua estabilidade financeira e seu potencial poderá ser um ponto de apoio a Portugal, facilitando a saída da grave crise que o assola.

Por sua vez, a importância do Conselho da Comunidade Luso-Brasileira, no meu modo de pensar, está no entrelaçamento entre as comunidades, na pessoa sempre presente de nosso presidente, doutor Almeida e Silva. O mesmo faz um trabalho muito bom, dando visibilidade à nossa comunidade perante aos brasileiros, com grandes eventos na câmara dos Vereadores e Deputados, o jantar dos presidentes onde há vários convidados, destacando os presidentes das associações. Acredito que tem muito espaço ainda a ser percorrido.

Parabéns a toda diretoria do Conselho, com os seus integrantes de grande contribuição junto à comunidade. Sinto-me orgulhosa em participar do corpo dessa diretoria.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo