“Todo homem tem deveres com a comunidade”

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Opinião
Opinião

OPINIÃO

Opinião

O atual presidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereador Antonio Carlos Rodrigues nasceu na capital paulista. É advogado e procurador, tendo trabalhado na Assembleia Legislativa do Estado. Foi Secretário Adjunto da Secretaria de Esportes e Turismo do Estado de São Paulo e diretor presidente da EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo. Está cumprindo o seu terceiro mandato como vereador com destacada atuação. É representante do Partido da República, PR.

Em 2001 foi presidente da Comissão Permanente de Trânsito, Transporte e Atividade Econômica e relator da CPI que investigou a questão da coleta de lixo e entulho, varrição e limpeza. Em 2002 foi presidente da Comissão Permanente de Constituição e Justiça e da Comissão de Estudo do Transporte Público Urbano de São Paulo. Em 2003 presidiu a CPI que apurou irregularidades na instalação de antenas de comunicação e telecomunicações.

Em 2004 foi reeleito para o segundo mandato. Ficou entre os 10 mais votados dos 55 vereadores eleitos. Em 2006 foi presidente da Comissão de Finanças e Orçamento uma das mais importantes da Câmara. Em 2007 ocupou pela primeira vez o cargo de presidente da Câmara Municipal de São Paulo.

Em 2008 foi reeleito presidente da Câmara. Foi também reeleito Vereador para seu terceiro mandato, como um dos mais votados. Em 2009 foi eleito presidente da Câmara com o início de 15ª Legislatura. É um dos vereadores que apresentou maior número de projetos. Muitos deles já se transformaram em leis, tais como: fechamento de vilas e ruas residenciais sem saída; criação do Banco de Alimentos, comércio nos baixos de viadutos e pontes, Programa Educação Mais Esporte (que criou as escolinhas de esportes para crianças e adolescentes), incentivo à implantação e manutenção de teatros e criação do cestão de medicamento.

Vereador Antonio Carlos Rodrigues
Presidente da Câmara Municipal de São Paulo

Portugal tem um papel importantíssimo na formação histórica de nosso povo. Nossas origens como nação estão intimamente ligadas aos portugueses. Ao longo desses séculos, em especial a partir da independência, o Brasil cultiva este relacionamento sempre marcado pelo respeito e cooperação entre os dois países.
Muitas são as influências dos lusitanos em nossa história, cultura e economia. Sou descendente de portugueses pelo lado paterno.
Acredito que hoje um dos desafios da Comunidade de Língua Portuguesa é a aplicação do acordo ortográfico. Considero que ele veio selar uma relação de respeito e amizade cultivada há séculos entre todos os seus países, muito influenciados por Portugal.
Deixo aqui o meu respeito e admiração pelo trabalho realizado pelo Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo –CCLB – que aproxima e facilita a integração entre os dois países.

Patrocinadores:
Premium
São Critóvão
Silver
BBR
Apoio:
Apoio
Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo
Edifício "Casa de Portugal" Av. Liberdade, 602 - São Paulo/SP - Cep 01502-001 - Celular/WhatsApp +55 (11) 94513-0350 - Telefones +55 (11) 3342-2241 e (11) 3209-5270
www.cclb.org.br - cclb@cclb.org.br - Entidade de Utilidade Pública - Lei Estadual 6.624 de 20/12/1989 - Jornalista responsável: Maristela Bignardi - MTb. 10.204

Somos privilegiados pela herança lusitana e também por podermos contar com o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo que é o órgão que congrega nossa cultura viva em solo paulista. Pelo Conselho a história não se perde, porque uma das diretrizes da entidade é preservar e valorizar nossos usos e costumes que mantêm a tradição de nossa gente sempre presente nos festivais, no folclore, na música e na gastronomia. A ação do Conselho é defender um legado histórico e cultural inestimável.

Este site usa cookies. Os cookies neste site são usados ​​para personalizar o conteúdo, fornecer recursos de mídia social e analisar o tráfego. Além disso, compartilhamos informações sobre o uso do site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise da web, que podem combiná-las com outras informações que você forneceu a eles ou que eles coletaram do uso de seus serviços.
Concordo